A acessibilidade das Plataformas eLearning em instituições de Ensino superior Público em Portugal: Contributos Iniciais

imagem2Cecília Tomás, investigadora-associada do LE@D, desenvolveu um estudo integrado na linha de investigação Educação a Distância e Sociedade em Rede intitulado “A acessibilidade das Plataformas de eLearning em instituições de Ensino superior Público em Portugal: Contributos Iniciais”. Trata-se dum estudo pioneiro em Portugal cujo objetivo foi a avaliação (medição) da acessibilidade da página inicial das plataformas de elearning das instituições de ensino superior públicas portuguesas, através do validador automático AcessMonitor criado pela Unidade Acesso da FCT.

A análise efetuada e os resultados obtidos – por instituição, índice e nível de conformidade e principais erros – das páginas iniciais das plataformas de elearning (plataforma ‘mãe’), de acordo com as WCAG 2.0, revelaram graves falhas tanto no índice como no nível de conformidade para com as referidas diretrizes alertando, ainda, para que os principais erros são comuns aos dois grupos (ensino universitário e ensino politécnico) de instituições de ensino superior analisadas.

imagem1Esta investigação foi realizada em 2014 e inspirou-se no estudo feito pela Unidade ACESSO (de Dezembro de 2013) que analisou o estado da Acessibilidade dos sítios Web dos estabelecimentos de ensino superior em Portugal.

Este estudo encontra-se disponível no repositório da UAb, foi já apresentado na 2ª conferência Internacional para a Inclusão (INCLUDiT, 2014),  bem como no Seminário ‘Projetos de Vida Inclusivos – Parcerias e Respostas‘ no Hospital Garcia de Orta em Almada, 2015.”

Cecília Tomás é mestre em Pedagogia do eLearning e doutoranda da especialidade em Educação a Distância e eLearning da Universidade Aberta de Portugal.

 

1ª Conferência “MOOCs: Presente e Futuro. Perspectivas Internacionais”

foto_ConfMOOCS_ECOproject

O projeto ECO é uma iniciativa inovadora da União Europeia que começou em fevereiro 2014, envolvendo mais de 20 universidades e empresas de 7 países europeus. O projeto vai dar formação a cerca de 50 mil estudantes e credenciar 4.000 professores. Um dos seus objectivos é a utilização de estratégias de elearning através de MOOC (Cursos Massivos, Abertos e Online).

No âmbito deste projeto, decorreu nos dias 28 a 30 de novembro na UNED|Universidad Nacional de Educación a Distancia, Madrid, a 1ª Conferência Internacional «MOOCs: presente e futuro. Perspectivas Internacionais».

Nesta conferência participou o Prof. George Siemens, um dos especialistas internacionais de maior relevo no elearning. Este especialista defende a ligação da teoria de aprendizagem para a era digital, onde as pessoas aprendem através da criatividade e inovação e onde a aprendizagem deixa de ser uma simples transmissão de conhecimentos.

A Universidade Aberta, Portugal esteve representada nesta conferência pelo Prof. António Teixeira que participou na mesa redonda sobre os «Modelos pedagógicos e comunicação de MOOCs: perspectivas europeias», pela Prof.ª Maria do Carmo Pinto que apresentou o ECOiMOOC, liderado pela UAb, que está a decorrer sobre «Competências Digitais para professores» e ainda, pela Prof. Lina Morgado que participou na mesa redonda sobre «Metodologias MOOCs e avaliação: perspectivas europeias».

Clique em Programa 1º Conferência Internacional «MOOCs: presente e futuro. Perspectivas Internacionais  para saber mais e reveja a entrevista que o LE@D fez a George Siemens.

Aceda aos cursos MOOC do ECO em https://portal.ecolearning.eu

Lançamento de Formação de Professores através de MOOCs

eco_mooc

Em fevereiro de 2014 a Comissão Europeia aprovou o Projeto ECO, no qual um consórcio constituído por 20 universidades (onde se inclui a Universidade Aberta) e empresas europeias de 7 países diferentes se uniram para desenvolver um programa inovador de formação para professores a nível europeu.

O objetivo incide na apresentação de estratégias de elearning através de cursos MOOC (Cursos Online Abertos e Massivos)  com a duração de oito meses.
Se pretender tornar-se um “eTeacher” pode subscrever e participar nos cursos online que estamos a preparar sobre diversos temas. Poderá aprender em qualquer lugar e a qualquer hora. Apenas necessita de um computador ou qualquer dispositivo móvel ligado à Internet.

Registe-se no site: http://landing.ecolearning.eu/pt-pt/

Estes cursos são desenvolvidos no âmbito do projeto ECO, no quadro das atividades do Laboratório de Educação a Distância e eLearning- (LE@D).

#Joineco

lead-14