Capítulos de livros – 2016

  • Abreu, R., & Cardoso, T. (2016). M-Learning na ESTeSL: Uma experiência de inovação pedagógica. Em Mª A. Flores (org.). Inovação Pedagógica no Ensino Superior: Ideias (e) Práticas. Universidade do Minho, Instituto de Educação, Núcleo de Estudos e Inovação da Pedagogia (NEIP) e DeFacto Editores, pp.207-222.
  • Amador, F., Nobre, A. & Barros, D. (2016). , Towards a Model of a Didactics of eLearning: An Application to Education for Sustainable Development. In Margarida M. Pinheiro & Dora Simões, Handbook of Research on Engaging Digital Natives in Higher Education Settings. IGI Global, 396-415.
  • Amador, F., Nobre, A., Barros, D., Gonzaga, L., A (2016). Transposição Didática no âmbito do eLearning. In Paulo Dias, Darlinda Moreira, António Quintas-Mendes (Eds). Práticas e Cenários de Inovação em Educação Online. Lisboa, Universidade Aberta.
  • Amante, L. (2016). Facebook and new sociability. Some research contributes. In  Alexandre Chagas, Cristiane Porto, Edméa Santos (Eds). Facebook and education. Post, like & share. Editora da Universidade Federal da Paraíba, 27-46.  ISBN: 978-85-7879-313-5 http://www.cidademarketing.com.br/2009/n/22987/e-book-facebook-e-educao–lanado-na-verso-em-ingls.html.
  • Borges, F.S., ; Goulão, M.F., ; Barros, D.M., Henriques, S. & Cardoso, T. (2016). Permanência dos estudantes no ensino superior a distância: elaboração de um instrumento. In  Thelma Panerai Alves & Ana Beatriz Gomes de Carvalho. Mídias Digitais e Mediações Interculturais.
  • Brouns, F.; Teixeira, A.; Morgado, L.; Fano, S.; Fueyo, A.; Jansen, D. (2016). Designing Massive Open Online Learning Processes: The sMOOC pedagogical framework. In Mohamed Jemni, Kinshuk, Mohamed Koutheair Khribi (Eds).  Open Education: from OERs to MOOCs, 315-336 .  Springer. URL: 10.1007/978-3-662-52925-6
  • Cadima, R., Esperança, C., Rodrigues, V., Francisco, M., Rodrigues, C., Costa, S., Mineiro, J., Pedro, S. & Maximiano, C. (2016). Driving moocs through society: the UP2U platform. In D. Jansen & L. Konings (Eds), MOOCs in Europe, 3, pp. 49-52. Rome: EADTU. ISBN 978-90-79730-19-3 http://home.eadtu.eu/news/110-publication-moocs-in-europe-available
  • Cardoso, T. & Rocha, M.A. (2016). Avaliar Online: Uma Experiência numa Unidade Curricular da Licenciatura em Educação da Universidade Aberta – Portugal. In Cristiano Maciel, Kátia M. Alonso, Maria C. Paniago (Eds) Educação a distância.  Editora da UFMT, Universidade Federal do Mato Grosso (Brasil), 245-274.
  • Cardoso, T., Gottsche, K., Machado, A.P. &  Nobre, A. (2016). Ensinar e Aprender Línguas Estrangeiras na Universidade Aberta: exemplos de práticas comunicativas online. In Paulo Dias, Darlinda Moreira, António Quintas-Mendes (Eds). Práticas e Cenários de Inovação em Educação online.  Lisboa, Universidade Aberta, 319-341.
  • HENRIQUES, S., MOREIRA, J. A., GOULÃO, M. & BARROS, D. (2016). Pedagogia em Ambientes de Aprendizagem em Rede: O Curso de Formação para a Docência Online. In F. Vieira, J. Silva, M. Flores, C. Oliveira, & T. Sarmento (Orgs.). Inovação Pedagógica no Ensino Superior. Ideias (e) Práticas. Santo Tirso: DeFacto Editores, 105-118.
  • Isabel Barros Dias; Isabel Seara; Daniela Melaré Vieira Barros (2016).  Projeto Acessibilidades: modelo de incluso no ensino superior a distancia. In Dias,P.;Moreira,D.;Quintas-Mendes,A (Eds).  Práticas e Cenários de Inovação em Educação Online.  Universidade Aberta, 01/09/2016,  1-10. URL: 9789726747864
  • LOUREIRO, A., MESSIAS, I. (2016) Competences and Learning Profiles of Digital Age’s Students, in Pinheiro, M., & Simões, D. (2016). Handbook of Research on Engaging Digital Natives in Higher Education Settings (pp. 1-491). Hershey, PA: IGI Global. doi:10.4018/978-1-5225-0039-1 http://www.igi-global.com/book/handbook-research-engaging-digital-natives/141949#table-of-contents
  • Lustosa, G., Carneiro, J., & Pessoa, T. (2016). Aprender e Ensinar com afeto. In A. Junior, N.Lacerda & S. Oliveira (org.) Educação a Distância: midiatização, formação e saberes (p.111-124). Curitiba: Editora CRV http://dx.doi.org/10.1590/S1517-9702201603138125
  • Lustosa, G., Pessoa, T. (2016). A Formação de Professores e a(s) História de Vida como Método de Investigação e de Construção de Conhecimento. In A. Reis, M. Amparo Ferro & R. Sousa (org.) A Educação no Tear da História saberes (p.131-146). Jundiai: Paco Editorial
  • Martinho, A. P., Vaz-Fernandes, P., Padrel de Oliveira, C., Bacelar-Nicolau, P., Azeiteiro, U. M.  & Caeiro, S. (2016). Strengths and weaknesses of an e-learning program in environmental sciences at Universidade Aberta, Portugal. In Walter Leal Filho and Paul Pace (eds.) Teaching Education for Sustainable Development at University Level. World Sustainability Series, Springer, Berlin. 49 – 66.
  • Messias, I. & Morgado, L. (2016). Facebook + LMS: scenarios for student’s engagement in distance learning, Porto, C. Santos, E., Chagas, A.(Orgs). Facebook in Education: post, like and share, 381-404, Campina Grande: Editora EDUEPB
  • Miranda, P., Isaías, P., & Pífano, S. (2016). Higher Education Students’ Perceptions of Positive and Negative Effects of Social Networking in Portugal. In Issa, T. Isaías, P. & Kommers, P. (Eds), Social Networking and Education – Global Perspectives (pp. 111-127). Lecture Notes in Social Networks, Springer. URL: http://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-319-17716-8_8
  • Moreira, J. A. (2016). Navegar, partilhar e Aprender nas Redes Sociais em Cursos de Pós-Graduação. In Tânia Hetkowski, Maria Altina Ramos, & Andrea Lago (Orgs.). Educação e TIC: Relatos de Experiências, Processos Formativos e Práticas Educacionais. Curitiba: CRV, 45-69.
  • Moreira, J. A., & Alves, L. (2016). Autonomia, Iniciativa e Aprendizagem ativa na Web Social em Estudantes de Pós-Graduação. In C. Maciel, K. M. Alonso & M. C. Paniago (orgs.) Educação a Distância: Interação entre Sujeitos, Plataformas e Dispositivos. Mato Grosso: Universidade Federal de Mato Grosso (UFMG), 443-476.
  • Moreira, J. A., Vieira, C., & Costa, P. (2016). Navegar e Educar na Web. As Redes Sociais como Espaços de Comunicação, Partilha de Conhecimento e de Promoção de Competências de Aprendizagem. In P. Dias, D. Moreira, & A. Q. Mendes (Orgs.) Práticas e Cenários de Inovação em Educação Online. Lisboa: Universidade Aberta, 101-127
  • Morgado, L.; Neves, A.; Teixeira, A. (2016). Acolhimento e Integração como Valor Estratégico: Análise do sistema institucional de apoio ao estudante virtual da UAb. In Magdalena Cruz Benzán, Ángeles Sánchez-Elvira (eds).  Claves Innovadoras para la Prevención del Abandono en Instituciones de Educación Abierta y a Distancia: Experiencias Internacionales, 27-55.  UAPA-AIESAD. URL: 978-9945-580-31-0
  • Nobre, A., Mallmann, E. & Quintas-Mendes, A. (2016). A Universidade Aberta a caminho da inovação pedagógica: recursos e práticas educacionais abertas. In Paulo Dias, Darlinda Moreira, António Quintas-Mendes (Eds) Práticas e Cenários de Inovação em Educação Online. Lisboa, Universidade Aberta.
  • Oliveira, C., Carmo, H., Caeiro, S. (2016). Avaliação de uma unidade curricular do programa de doutoramento em Sustentabilidade Social e Desenvolvimento da Universidade Aberta de Portugal. In Maciel, C., Alonso, K. M., Peixoto, J. (ed.). Educação a Distância Experiências, Vivências e Realidades. Editora EdUFMC, Mato Grosso, Brasil, 297 – 320.
  • Oliveira, I. & Susana Henriques, S. (2016). Investigação-ação em rede: um olhar sobre a atividade desenvolvida com doutorandos no âmbito de um seminário. In  Paulo Dias, Darlinda Moreira, António Quintas-Mendes (Eds). Práticas e Cenários de Inovação em Educação online.  Lisboa, Universidade Aberta, 47-74.
  • Oliveira, I; Amante, L. (2016) Nova Cultura de Avaliação: Contexto e fundamentos. In L. Amante; I. Oliveira (Coord.) Avaliação das Aprendizagens: Perspetivas, contextos e práticas. E-book, LE@D, Universidade Aberta, Lisboa (41-53).
  • Oliveira, N. R., & Morgado, L. (2016). Personal Learning Environments: Research Environments and Lifelong Informal Learning. In D. Fonseca, & E. Redondo (Eds.), Handbook of Research on Applied E-Learning in Engineering and Architecture Education (pp. 32-54). Hershey, PA: IGI Global. doi:10.4018/978-1-4666-8803-2.ch003
  • Pereira, A., Tinoca, L.. & Oliveira, I. (2016). Peer assessment in an online context: what do students say?. In Elena Cano; Georgeta Ion (Eds). Innovative Practices for Higher Education Assessment and Measurement. IGI Global, 248-270.
  • Pessoa, T., Vieira, M. C., Silva, J.C. & Capinha, G. (2016). O MOOC Escrita Criativa: “a outra tradição”: uma experiência pedagógica inovadora na Universidade de Coimbra. In S.Gonçalves, C. Pereira & M. Veloso (Eds). Ambientes Virtuais no Ensino Superior.(pp.69-90). Coimbra: CINEP/ IPC
  • Pessoa,T., Nogueira, F., & Galego, M.J. (2016). A formação inicial de professores para o uso pedagógico da tecnologia: uma revisão da literatura sobre os contributos do modelo TPACK. In M.A. Ramos, T.M. Hetkowski & A. Lago (org.) Educação e TIC: Relatos de Experiências, Processos Formativos e Práticas Educacionais (p.165-192). Curitiba: Editora CRV.
  • Romão, E.S. & Quintas-Mendes, A. (2016)- Educação e Comunicabilidade: Entre Contatos e Laços Interculturais. In Lucena, S. & Marizete, L. (Orgs) Educação, comunicação e diversidade: pesquisas e conexões. Rio de Janeiro, Editora Autografia. ISBN 978-85-5526-922-6
  • Souza, T.,  Amante, L. &  Cruz, D. (2016). Formação de professores na perspectiva dos letramentos/ literacias digitais: potencialidades para a educação a distância. In  Cristiano Maciel, Kátia Morosov Alonso, Joana Peixoto (Eds). EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. EXPERIÊNCIAS, VIVÊNCIAS E REALIDADES.  EdUFMT Editora da Universidade Federal de Mato Grosso, 109-150.
  • Vieira, C., Pessoa, T. & Matos, J.F. (2016). E-moderation and Interaction in a Course Promoted by the Distance Education Project of the University of Coimbra. In M. J. Marcelino, A.J. Mendes & M.C. Gomes (Eds) ICT in Education. Multiple and Inclusive Perspectives (39-50). Switzerland: Springer International Publishing. Doi 10.1007/978-3-319-22900-3_3