2018

Capítulos de Livros  Internacionais

  • Amante, L., Oliveira, I., Gomes, M. J. (2018). E-Assessment in Portuguese Higher Education: Framework and Perceptions of Teachers and Students. In: A. Azevedo, A., & J. Azevedo (Eds.). Handbook of Research on E-Assessment in Higher Education (pp. 1-514). Hershey, PA: IGI Global. doi:10.4018/978-1-5225-5936-8
  • Amante, L., Monteiro, L. (2017). Mobilidade, WhatsApp e Aprendizagem: Realidade ou ilusão? In: Porto, C., Oliveira, K.,  Chagas, A. (Orgs). WhatsApp e Educação: Entre mensagens, imagens e sons, pp.133-154, Bahia: Edufba.
  • Amante, L. (2016) Cultura da Convergência e Universidade: Contributos da Educação a Distância. In Revista de Educação Pública – Educação e seus sentidos no mundo digital. EdUFMT, 25 (59), (252-262).
  • Afonso, A. P.  (2016). A Gestão Contextual do “Não-Lugar”: geração e gestão de comunidades virtuais (de aprendizagem, In Educação a Distância: interação entre sujeitos, plataformas e dispositivos, pp. 11-140, Editora da Universidade Federal de Mato Grosso,
  • Amador, F., Nobre, A. & Barros, D. (2016).  Towards a Model of a Didactics of eLearning: An Application to Education for Sustainable Development. In Margarida M. Pinheiro & Dora Simões, Handbook of Research on Engaging Digital Natives in Higher Education Settings. IGI Global, 396-415.
  • Barros, D., Behar, P. & Moreira, J. A. (2017). Mídias digitais na educação: redes e aprendizagem a partir de um evento científico assíncrono. In Thelma Alves & Ana Beatriz (orgs.). Mídias Digitais e Mediações Interculturais. AMAZON. Brasil, 62-109.
  • Brouns F., Teixeira A., Morgado L., Fano S., Fueyo A., Jansen D. (2017) Designing Massive Open Online Learning Processes: The sMOOC Pedagogical Framework. In: Jemni M., Kinshuk, Khribi M. (eds) Open Education: from OERs to MOOCs. Lecture Notes in Educational Technology. Springer, Berlin, Heidelberg doi.org/10.1007/978-3-662-52925-6_16
  • Brouns, F.; Teixeira, A.; Morgado, L.; Fano, S.; Fueyo, A.; Jansen, D. (2016). Designing Massive Open Online Learning Processes: The sMOOC pedagogical framework. In : M. Jemni, K., Mohamed Koutheair Khribi (Eds). Open Education: from OERs to MOOCs, 315-336. Springer. URL: 10.1007/978-3-662-52925-6
  • Borges, F.S., ; Goulão, M.F., ; Barros, D.M., Henriques, S. & Cardoso, T. (2016). ; Título do Capítulo: Permanência dos estudantes no ensino superior a distância: elaboração de um instrumento. In Thelma Panerai Alves & Ana Beatriz Gomes de Carvalho. Mídias Digitais e Mediações Interculturais.
  • Cardoso, T. (2018). Educação a Distância e Inclusão Digital: mapeamento da pesquisa em acesso aberto,  Cavalcante, M. J. M., Holanda, P.H. C, & Torres, A. L. M ( Eds). Tecnologias da Educação: passado, presente e futuro, pp. 281-298, Ediçoes UFC (Universidade Federal do Ceará), ISBN 978-85-7282-753-9
  • Cardoso, A., Santo, E., Moreira, J. A. (2018). Conhecimento Tecnológico e Pedagógico do Conteúdo (TPACK). Um estudo com docentes do Ensino Superior. In As Tecnologias na Educação: Desafios e Possibilidades na Prática Docente, 325-336. Curitiba, Brasil: Editora CRV.
  • Cardoso, T., Abreu, R. (2017).  Mobile Learning and Education: Synthesis of Open Access Research (updated version). Y. (A.) Zhang (Eds). Handbook of Mobile Teaching and Learning (2nd edition) Editora: Springer.
  • Cardoso, T., Coimbra, T., Mateus, A. (2017). Augmented Reality and 3D Technologies: Mapping Case Studies in Education (updated version). Y. (A.) Zhang (Ed.) Handbook of Mobile Teaching and Learning (2nd edition). Springer.
  • Cardoso, T. & Rocha, M.A. (2016). Avaliar Online: Uma Experiência numa Unidade Curricular da Licenciatura em Educação da Universidade Aberta – Portugal. In Cristiano Maciel, Kátia M. Alonso, Maria C. Paniago (Eds) Educação a distância. Editora da UFMT, Universidade Federal do Mato Grosso (Brasil), 245-274.
  • Cadima, R., Esperança, C., Rodrigues, V., Francisco, M., Rodrigues, C., Costa, S., Mineiro, J., Pedro, S. & Maximiano, C. (2016). Driving moocs through society: the UP2U platform. In D. Jansen & L. Konings (Eds), MOOCs in Europe, 3, pp. 49-52. Rome: EADTU. ISBN 978-90-79730-19-3 http://home.eadtu.eu/news/110-publication-moocs-in-europe-
  • Costa, S. A., Seabra, F. (2018). Gestão da inclusão de pessoas com deficiências: percurso metodológico de um estudo sobre o uso das TICs como recurso pedagógico. In. J. Manso, G. Cruz, & C. Lopez García (Orgs.), Transforming Education for a Changing World (pp. 285-295). Eindhoven, NL: Adaya Press. ISBN: 978-94-92805-03-4. http://www.adayapress.com/transforming-education-for-a-changing-world/
  • Costa, S. A., Seabra, F. (2018). Gestão da inclusão de pessoas com deficiências: percurso metodológico de um estudo sobre o uso das TICs como recurso pedagógico. In. J. Manso, G. Cruz, & C. Lopez García (Orgs.), Transforming Education for a Changing World (pp. 285-295). Eindhoven, NL: Adaya Press. ISBN: 978-94-92805-03-4. http://www.adayapress.com/transforming-education-for-a-changing-world/
  • Goulão, M. F.; Henriques, S. (2018). Estratégias de estudo e envolvimento dos estudantes em contexto de ensino superior online. In Rigo, M. R.; Moreira, J. A.; Vitória, M. I. C. (Orgs). Promovendo o engagement estudantil na Educação Superior, (83-102). Porto Alegre: EDIPUCRS (ISBN: 978-85-397-1179-6)  http://ebooks.pucrs.br/edipucrs/livro/promovendo-o-engagement-estudantil-na-educacao-superior/assets/livro-completo.pdf;  http://hdl.handle.net/10400.2/7845
  • Issa, T., Kommers, P., Isssa, T., Isaias, P., and Issa, T. (2017). Smart Technology Applications in Business: Global Perspectives. IGI Global. 429 págs. EISBN13: 9781522524939. URL: https://www.igi-global.com/book/smart-technology-applications-business-environments/176067
  • Lopes, P., Henriques, S. (2017). Literacia Digital dos adultos portugueses: estratégia metodológica, in Palmeiro, R.; Aires, L.; Pareda, V. (Eds.), Literacia e Inclusão Digital: Boas práticas em Portugal e em Espanha, (pp. 143-148). Lisboa: Universidade Aberta, Rede ObLID, CEMRI, ISBN: 978-972-674-811-3  http://hdl.handle.net/10400.2/7481
  • Loureiro, A., Messias, I. (2016) Competences and Learning Profiles of Digital Age´s Students, in Pinheiro, M., & Simões, D. (2016). Handbook of Research on Engaging Digital Natives in Higher Education Settings (pp. 1-491). Hershey, PA: IGI Global. doi:10.4018/978-1-5225-0039-1 http://www.igi-global.com/book/handbook-research-engaging-digital-natives/141949#table-of-contents.
  • Lustosa, G., Pessoa, T. (2016). A Formação de Professores e a(s) História de Vida como Método de Investigação e de Construção de Conhecimento. In A. Reis, M. Amparo Ferro & R. Sousa (org.) A Educação no Tear da História saberes (p.131-146). Jundiai: Paco Editorial.
  • Lustosa, G., Carneiro, J., & Pessoa, T. (2016). Aprender e Ensinar com afeto. In A. Junior, N.Lacerda & S. Oliveira (org.) Educação a Distância: midiatização, formação e saberes (p.111-124). Curitiba: Editora CRV http://dx.doi.org/10.1590/S1517-9702201603138125.
  • Mallman, E.M., Jacques, J.S.,,Mazzardo, M.D. & Quintas-Mendes, A.M. (2017) – Práticas e Recursos Educacionais Abertos no Ensino Superior: Inovação Pedagógica Mediada por Tecnologias em Rede nas Modalidades Presencial e a Distância, In Dienne Mello & Terezinha Fernandes (Orgs) Educação a Distância e E-Learning: Práticas e Desafios, Santo Tirso, WhiteBooks. pp 73-89.
  • Moreira, J. A., Nunes, M., & Caeiro, D. (2017). Educação a Distância e eLearning no Ensino Superior em Portugal em Estabelecimentos Prisionais. Desafios e Perspetivas. In L. Alves, & J. A. Moreira (Orgs). Tecnologias & Aprendizagens. Delineando Novos Espaços de Interação, 79-102. Salvador: Editora Universidade Federal do Estado da Bahia.
  • Martinho, A. P., Vaz-Fernandes, P., Padrel de Oliveira, C., Bacelar-Nicolau, P., Azeiteiro, U. M. & Caeiro, S. (2016). Strengths and weaknesses of an e-learning program in environmental sciences at Universidade Aberta, Portugal. In Walter Leal Filho and Paul Pace (eds.) Teaching Education for Sustainable Development at University Level. World Sustainability Series, Springer, Berlin. 49 – 66.
  • Morais, D., Leal, M., Spilker, M., Morgado, L. (2016). Interação social e participação num iMOOC: o papel e contributo do BootCamp, Pedro, N. et al. (Orgs). Digital Technologies and Digital School, 480-492, Instituto de Educação da Universidade de Lisboa: ISBN: 978-989-8753-37-3.
  • Moreira, J. A. (2018). Modelos Pedagógicos Virtuais no Contexto das tecnologias Digitais”. In Educação a Distância- dimensões da pesquisa, da mediação e da formação, 37-54. São Paulo, Brasil: Artesanato Educacional.
  • Moura, A.P., Aires, L. (2018). Food and Sustainability: An Emerging Subject in Sustainable Environmental Sciences Education Applying to the e-Learning Environment. U. M. Azeiteiro, W. Leal-Filho, L. Aires (Eds). Climate Literacy and Innovations in Climate Change Education. Distance Learning for Sustainable Development, pp. 109-130, Springer International Publishing, doi: 10.1007/978-3-319-70199-8_7.
  • Moreira, J. A. (2016). Navegar, partilhar e Aprender nas Redes Sociais em Cursos de Pós-Graduação. In Tânia Hetkowski, Maria Altina Ramos, & Andrea Lago (Orgs.). Educação e TIC: Relatos de Experiências, Processos Formativos e Práticas Educacionais. Curitiba: CRV, 45-69.
  • Morgado, L., Ramalheiro, M.J. (2017). Integração duma rede social em educação aberta e a distância: impacto do Microblog num MOOC, Redes e Mídias Sociais, (pp. 47-59), Curitiba: Editora Appris, ISBN: 978-85-473-0721-9.
  • Morgado, L.; Neves, A.; Teixeira, A. (2016). Acolhimento e Integração como Valor Estratégico: Análise do sistema institucional de apoio ao estudante virtual da UAb. In Magdalena Cruz Benzán, Ángeles Sánchez-Elvira (eds). Claves Innovadoras para la Prevención del Abandono en Instituciones de Educación Abierta y a Distancia: Experiencias Internacionales, 27-55. UAPA-AIESAD. URL: 978-9945-580-31-0.
  • Messias, I. & Morgado, L. (2016). Facebook LMS: scenarios for student’s engagement in distance learning, Porto, C. Santos, E., Chagas, A. (Orgs). Facebook in Education: post, like and share, 381-404, Campina Grande: Editora EDUEPB.
  • Miranda, P., Isaías, P., Costa, C., & Pifano, S. (2016). E-Learning 3.0 Framework Adoption: Experts’ Views. Proceedings of Human-Computer Interaction, HCII 2016, International Conference on Learning and Collaboration Technologies LCT 2016, LNCS. Springer Berlin Heidelberg. URL: https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-319-39483-1_33.
  • Nascimento, L., Morgado, L. (2017). Pecha-Kucha no Modelo Pedagógico Virtual da UAb: contributo da pesquisa em pedagogia do elearning, in: Rodrigues, M., Ribeiro, F., Amorim, G.C.C., Nascimento, H. M. F. (Orgs.), Docência e formação: perspetivas plurais na Pesquisa em Educação, (pp.133-166), Curitiba: Editora CRV. doi: 10.24824/978854441825.3.
  • Nobre, A., Mallmann, E. (2017). Mídias Digitais, Fluência Tecnológico-Pedagógica e Cultura Participatória: a caminho da web-educação 4.0? In Thelma Alves, Ana Carvalho (Org). Midias Digitais e Mediações Interculturais. Recife: Amazon.
  • Nobre, A., Moura, A. Mobile learning scenarios in formal contexts for languages learning: perceptions of vocational education students in Nova Science Publishers, Inc.
  • Nobre, A., Nobre, V., Pereira, H., Rosa, R., Collaborative learning and co-authors students in online higher education: a-REAeduca in Student-Centered Strategies to Transform Adult Learning in Online Environments.
  • Oliveira, N. R., Morgado, L. (2018). Digital Identity of Researchers 2.0: The Case of Their Personal Learning Network. In I. Management Association (Ed.), Information Retrieval and Management: Concepts, Methodologies, Tools, and Applications (pp. 2063-2082). Hershey, PA: IGI Global. doi:10.4018/978-1-5225-5191-1.ch092.
  • Oliveira, N. R., Morgado, L. (2018). How create a Personal Learning Network with social media, ICERI2018- 12th annual International Conference of Education, Research and Innovation Proceedings, (pp. 3013-3021),  doi: 10.21125/iceri.2018.1679.
  • Oliveira, N. R., Morgado, L. (2017). Digital Identity of Researchers 2.0: The Case of Their Personal Learning Network. In A. Esposito (Ed.), Research 2.0 and the Impact of Digital Technologies on Scholarly Inquiry (pp. 270-289). Hershey, PA: IGI Global. doi:10.4018/978-1-5225-0830-4.ch014.
  • Pereira, A., Tinoca, L. & Oliveira, I. (2016). Peer assessment in an online context: what do students say?. In Elena Cano; Georgeta Ion (Eds). Innovative Practices for Higher Education Assessment and Measurement. IGI Global, 248-270.
  • Pereira, A., Tinoca, L. & Oliveira, I. (2016). Peer assessment in an online context: what do students say?. In Elena Cano; Georgeta Ion (Eds). Innovative Practices for Higher Education Assessment and Measurement. IGI Global, 248-270.
  • Quintas-Mendes, A., Mallmann, E., Fernandes, I. & Seco, C. (2018). Inovação Pedagógica, Recursos Educacionais Abertos e Design-Based Research no Ensino Superior Online. In T. Plomp, N. Nieveen, E. Nonato & A. Matta (Orgs). Pesquisa-Aplicação em Educação uma introdução (pp. 297-326). São Paulo: Artesanato Educacional.
  • Rigo, R.M., Moreira, J. A., Vitória, M. I. (2018). Engagement Acadêmico: Retrospectiva histórica (diferentes níveis, distintas consequências e responsabilidades)”. In Promovendo o engagement estudantil na Educação Superior, 15-34. Porto Alegre, ediPUCRS. Rocha, A. Oliveira, I., & Amante, L. (2018) Um estudo sobre formação de professores no modelo blearning para a adopção da avaliação formativa digital. Educação e Tecnologias Web, Editora Appris, Curitiba.
  • Seabra, F., Barros, D., Cardoso, T. M. L., Henriques, S. & Goulão, M. F. (2017). Permanência dos estudantes no Ensino Superior a distância: elaboração de um instrumento. In. T. P. Alves & A. B. Carvalho (Orgs.), Mídias Digitais e Mediações Interculturais (pp. 13-61). Recife: Amazon. ASNI: B073H51TV5; ISBN: 9781521715123.
  • Souza, T.; Cruz, D.; Amante, L.; (2017). Letramentos Digitais na Formação de Estudantes Online na Universidade. Contexto Brasileiro e Português. In D. Mello e T. Souza (Orgs.) Ensino Superior, Educação a Distância e Eearning., Whitebooks: Santo Tirso, (57-71).
  • Souza, T., Amante, L. & Cruz, D. (2016). Formação de professores na perspectiva dos letramentos/ literacias digitais: potencialidades para a educação a distância. In Cristiano Maciel, Kátia Morosov Alonso, Joana Peixoto (Eds). Educação a Distância: Experiências, Vivências e Realidades. EdUFMT Editora da Universidade Federal de Mato Grosso, 109-150.
  • Gonçalves, C., Neves, C. (2018). As lideranças na implementação de projetos de autonomia nas escolas: das perceções normativas às práticas dos diretores”., In Grave-Resendes, L., Bastos, G., Oliveira, I. (org). Lideranças e inovação em contextos educativos, 60-84, Lisboa: Universidade Aberta, ISBN 978-972-674-819-9. http://hdl.handle.net/10400.2/8847.
  • Henriques, S., Moreira, J. A., Barros, D., Goulão, M. F. (2017). Respondendo aos desafios formatiMassano, L., Henriques, S. (2018). Liderança Digital: a aprendizagem e os processos de informação e comunicação na sala de aula, In L. Grave, I.  Oliveira, G. Bastos (Coords.) Lideranças e Inovação em Contextos Educativos, (218-234). Lisboa: Universidade Aberta https://repositorioaberto.uab.pt/bitstream/10400.2/7396/1/EaD%20e%20eLearning_N%c2%ba4.pdfvos da era digital: o Curso de Formação para a Docência Online. In. P. Dias; D. Moreira; A. Quintas-Mendes (Coords.). Novos olhares para os cenários e práticas da educação digital (pp. 148-178). Lisboa: UAb, ISBN: 978-972-674-808-3.
  • Neves, C. (2018). Contributos para a definição de um contexto para o uso da abordagem da complexidade em estudos sobre Administração e Gestão Educacional, In: António Domingos, Elisabete Xavier Gomes, José Manuel Matos, Mariana Gaio Alves (Eds). Investigação, Educação e Desenvolvimento Revisitar o Pensamento de Teresa Ambrósio, pp. 97-117, Edições Colibri ISBN 978-989-689-784-0.
  • Oliveira, I. (2018). Liderança(s) e a inovação tecnológica. In L. Grave, G. Bastos & I. Oliveira (Orgs.), Lideranças e inovação em contextos educativos. Lisboa: Universidade Aberta, EaD e eLearning nº 4.
  • Rocio, V., Cavique, L., Morgado, L. (2018).  A edição científica em português. O caso da Revista de Ciências da Computação, In. Carvalho, M. (Org). Acesso Aberto: da visão à ação: contextos, cenários e práticas. pp. 78-89, Lisboa: Universidade Aberta, ISBN 978-972-674-829-8.
  • Teixeira, A. (2018). De Repositório Científico a Plataforma Inteligente de Participação Científica Aberta: Pistas para um Itinerário Institucional, In. Carvalho, M. (Org). Acesso Aberto: da visão à ação: contextos, cenários e práticas. Pp. 120-130, Lisboa: Universidade Aberta, ISBN 978-972-674-829-8.